domingo, 7 de fevereiro de 2010

When Will You Come Home with DeVries


Pegajoso, melancólico, as vezes ensolarado e psicodelico, outras vezes triste e angustiado, a estréia do DeVries é majestosa, um mix de prediletas, de Stone Roses a The Church, de Ride a Yo la tengo, de House of Love a Galaxie 500, o Sr. Travis DeVries ex Turn-Ons, com ajuda de vários colegas nos brinda com preciosidades como Boys are Bored, Broken Heart, Out of Wastelands, What a Wasted Life, Black Thursday Repeat e basicamente todas as 14 canções deste Death to God envolvem qualquer um que esteja ligado a suas influências, ou como um critico colocou, provavelmente este é o melhor album de Manchester feito fora de Manchester, ou ainda sobre a canção Darkest Summer “soa como a melhor musica que os Stone Roses nunca escreveram”, ainda tem Shoulder to Shoulder que lembra os Bunnymen até a medula, tesouros como este Death of God são concebidos somente de tempos em tempos, aproveite que este é o tempo do DeVries, ah, o álbum foi produzido por ninguem menos do que Kramer (responsável pela produção da discografia inteira do Galaxie 500) e só para deixar quem não conhece mais sedento ainda, Mr. Kramer falou isso aqui: “ Travis, você é um gênio do caralho, essa musica é muito boa! Essa MERDA é surpreendente!

Tá bom ou precisa mais alguma coisa?!?!?!

DeVries – Death To God - http://www.mediafire.com/?qmyowgrzftt

Nenhum comentário: