domingo, 28 de fevereiro de 2010

Perfect Needle with Loomer - An Interview


Particularmente eu considero a Loomer a melhor banda da nova geração shoegazer brasileira, simplesmente porque a sonoridade nem de longe é eterea, aqui o barulho o noise o wall of sound prevalece e dita as regras, o primeiro registro dos caras Mind Drops, um epzinho daqueles que é do tipo, tem que ter, manda 5 esporros sonoros, estilhaçando as influências de J&MC, MBV, Telescopes, Dinosaur Jr e inumeros outros, com uma roupagem atualizada sim mas com cara retro é logico.

Troquei uma ideia com o Richard, um das guitarras da banda e alinhamos uma entrevista com a Loomer sobre origens, influências, gostos pessoais, top five, aventuras e algumas cositas mais, conheça um pouco mais sobre os gauchos abaixo.

***** Interview with Loomer *****

Q. Quanto tudo começou?Porque Loomer?
A. Nós já éramos amigos, e todos já tocavam em outras bandas. A união para se formar a Loomer foi inevitável, uma vez que tínhamos uma linha musical em comum. Lá pelo quarto ensaio chamamos a Liege, pois queríamos uns backing vocals feminino, pra dar uma suavizada no som, que estava bem pesado. Funcionou como um contraste, gostamos, e ela ficou na banda. Loomer não foi escolhido porque é um nome de música do My Bloody Valentine, e sim pelo sentido da palavra, que significa difuso, vulto, como o som que estávamos criando.

Q. Quais as influências da banda?
A. Dinosaur Jr, Sonic Youth, Band of Susans, Spacemen 3, Slowdive, Love Battery, Mudhoney, Swervedriver, Ramones e Jesus and Mary Chain

Q. Na opinião de vocês a cena inical das guitar bands brasileiras, como Brincando de Deus, Low Dream, Sonic Disruptor, Pin Ups, Pelvs, Second Come, teve alguma influência direta em vocês?
A. Com certeza. Second Come é uma grande influência, assim como o Low Dream no primeiro disco, com as guitarradas, passando por Pin Ups, Old Magic Pallas, Sonic Disruptor, Dash, Killing Chainsaw, Oz, Concreteness entre outros

Q. E sobre a atual cena guitarreira (shoegazer, noise )?Parece que estão nascendo bandas em tudo que é esquina?Quis bandas da nova geração vcs recomendam?
A. Gostamos de Skywave, Amusement Parks on Fire, The Pains of Being Pure at Heart, Duelectrum, Herold Layne, APTBS, etc

Q. Como foi o processo de gravação do EP Mind Drops?
A. Foi uma energia coletiva para fugir do Carnaval. Em três carros, pegamos bateria, três amplificadores valvulados enormes, instrumentos, computador, mesa de som, microfones e muita cerveja e fomos pra fazenda do Guilherme, nosso baterista. O processo de gravação foi bem tranquilo, até em função da tranquilidade que o lugar passa...o campo é sempre legal (tirando os mosquitos). Gravamos tudo em três dias, em takes inteiros, sem metrônomo nem nada. As guitarras foram gravadas em três valvulados ao mesmo tempo, como num paredão. Só precisamos gravar uma guitarra por música (Richard e Stefano), tamanho o estrondo, nada de gravar cinco, seis camadas de guitarras, foi tudo sem cortes ou edição, do começo ao fim, como num ao vivo.


Q. Como forão os shows do ano passado?Conte um pouco mais sobre a participação hiper elogiada de vocês no Sinewave Festival.
A. Com excessão do nosso primeiro show que foi em dezembro de 2008, todos os shows que fizemos foram em 2009. Fizemos bastante shows em Porto Alegre e cidades vizinhas, e um em São Paulo. O show em SP foi incrível, pela receptividade e reciprocidade do público. Foi muito legal lá, e fizemos ótimas amizades além de conhecer ótimas bandas. O Sinewave Festival foi o pontapé pra resgatar uma cena que desde os 90's estava esquecida. As bandas compareceram em peso lá, mesmo as que não tocaram, mas todas ajudaram de alguma forma: FireFriend, Soundscapes, Labirinto, Monoaural, Duelectrum, Wry, Herold Layne, Black Sea, Old Magic Pallas, Hopping to Collide With, Allice, S.O.M.A., Gray Strawberries, Inverness...todo mundo lá, unido, assistindo ao nosso show, fazendo jus também ao slogan do festival, "Noise é o Caminho".

Q. Com quais bandas gringas da atualidade vocês gostariam de tocar?
A. Hummm, não sei se da atualidade, mas das ativas, My Bloody Valentine, Dinosaur Jr ou Spacemen 3 já seria incrível!

Q. Quais os 5 melhores albuns da historia para vocês?
A. Nossos gostos são parecidos em muitas coisas, mas nesta questão, a coisa fica bem variada, passando por Psychocandy (J&MC), Surfer Rosa (Pixies), Unknown Pleasures (Joy Division), Loveless (My Bloody Valentine), Every Good Boy Deserves Fudge (Mudhoney), Ramones (Ramones), Siamese Dream (S. Pumpkins), Bizarro (Wedding Present), e váaaarios outros do Velvet Underground, Love Battery, Wire, The Clash, Yo La Tengo, Specials, 13th Floor Elevators, Flaming Lips, The Fall, etc


Q. Qual o proximo passo para a Loomer?Um Album?Shows?
A. Participação em alguns festivais independentes, a gravação do nosso segundo EP (ou talvez até o primeiro álbum), alguns videos e voltar a tocar em São Paulo, onde fizemos boas amizades e adoramos o ambiente e a repectividade

Q. Alguma coisa a mais para nos contar?
A. Estamos muito felizes com essa volta, esse "up" da cena independente no país, como a organização dos festivais através da Abrafin, do surgimento de movimentos como o Circuito Fora do Eixo e o Festival Grito Rock, dos clipes independentes que surgem cada vez mais no Youtube, e de todo esse clima que está no ar de que a coisa está apenas começando, ou continuando firme e forte.
*
*
*
Valeu Loomer!!!!




www.myspace.com/loomerband

Loomer - Mind Drop EP - http://www.mediafire.com/?jbvi2weiqym

Nenhum comentário: