domingo, 27 de dezembro de 2009

Dark Entries with Project: Komakino


Basicamente minha formação musical teve inicio nos primordios do pos punk inglês e na darkwave, sempre fui fascinado por Cure, Bunnymen, Joy Division, Bauhaus, Sisters of Mercy, Chameleons, The Sound e senta que lá vem a lista, feita a devida apresentação, a conexão aqui é com o lado escuro dos sons, acabei descobrindo tardiamente e meio que sem querer este que é o debut desta que, já tornou-se socia de carteirinha aqui em casa, o Project: Komakino, e o album intitulado The Struggle For Utopia, uma seleta e doentia ponte entre os tempos modernos e os clássicos do pos punk, esta tudo aqui, Joy Division, Bauhaus, Sisters of Mercy, Bowie fase Berlin, The Idiot, bateria forte e tribal, vocal pesado e denso com escos de Peter Murphy, guitarras tensas e gritantes, o desespero esta mais presente do que se imagina, Penumbra I, Syndrome, Nebula, Temple, Civility dão as boas vindas a mundo escuro e desolado do Project: Komakino.

Só um aviso: eu li muita gente torcendo o nariz para o album e sinceramente não entendi o motivo, vou colocar aqui só um comentario final, na minha opinião este é um dos melhores albuns do resgate do pos punk moderno, que a darkwave do Project: Komakino deve assustar a criançadinha indie, eu tenho plena certeza que deve, e tomara que a meninada não fique perto demais, porque este The Struggle for Utopia não é recomendado para qualquer ouvido.

Project Komakino - The Struggle for Utopia - http://www.mediafire.com/?ntzimbynzdz

4 comentários:

lovenomore disse...

Rapaz, a questão não é nem torcer o nariz, é não gostar mesmo porque falta consistência, falta alma, aliás falta ummonte de coisas, listadas na minha resenha, se me permite citar: "é mais uma que chega atrasada à celebração da música oitentista, mas o pior não é chegar atrasada é fazer um álbum de uma canção só. “Struggle for Utopia” sofre de diversos males, um deles é a falta de idéias, outro é a repetição da mesma idéia por oito faixas. Acrescente que o vocal monocórdico começa saturar lá pela quinta música, as guitarras precisam urgentemente de criatividade e a música falta consistência, falta alma, pois tudo soa um tanto vazio no som dos rapazes..."

Renato Malizia disse...

Eu li sua resenha recentemente e achei basicamente o contrario de tudo que você argumentou, gosto é foda, não é?!?!?!?abs

Anônimo disse...

Excelente album!! isto sim é post-punk!

Anônimo disse...

Excelente album!! isto sim é post-punk!