quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Noise Cold Wave by The Prids



Amigos vou compor, iniciando por esta resenha, alguns complementos de discografia tendo como base um dos grandes blogs de musica da internet chamado Amor Louco, pode considerar que se você gosta de musica, mas musica mesmo, desde de classicos acima de qualquer suspeita como The Stooges, Velvet Underground & Nico, Crocodiles, The Queen is Dead, até novissimas e não tão menos classicas como Ask for Joy, Ringo Deathstarr, Parts & Labor, passeando pelos quatro cantos da musica alternativa essencial, Punk, Pos Punk, Class of 86, Shoegazer, Indie Rock, Post Rock, enfim é pouco provavel que o que você esteja procurando não seja localizado por lá.....uma especie de "Barsa Musical" e logicamente eu venho prestar minha homenagem e colaborando com o que nossos destimidos comparsas Tadeu & Miguel nos prestam em termos de serviços prestados aos bons sons, nada mais justo que do que uma singela homenagem.


E qual seria minha homenagem?!?!?! Nada mais do que incrementar a enciclopedia desses admiradores e proliferadores dos bons sons, e o inicio sera por uma banda que percebo vem se tornando unanimidade por todos os admiradores não só de shoegazer mas tambem de pos punk, os americanos de Portland do The Prids, que tem como cast de fans, Oliver Ackermann (APTBS), Henry Rollins, Kip Berman (Pains of Being Pure at Heart), Brett Nelson (Built to Spill) isso só para ficar em alguns, o fato é que os caras são A BANDA, saca baixo e bateria ciclicos, sessão ritmica perfeita, pesada, rapida, dando base para um som dark, mas sem ser gotico, shoegazer mas sem ser etereo, guitar mas sem ser assoviavel, denso, caotico e suicida, escute a versão massacre sonoro a´la Joy Division de Duracraft contida no EP Glide, Screamer de 2002 e eu te desafio a ficar imune ao clima da musica, neste mesmo ep constam a assombrosa Glide, Screamer, o karma musical Human Astronomy e a new waver Persona Solara.

Dando sequencia o EP Duracraft, inicio da trajetoria dos caras, e os momentos mais shoegazers estam nessa perola, Lienzencages traz Spacemen 3 e NEU! automaticamente para festa comum tempo moderno, o clima em Memoreyes muda caustrofobicamente para um dark wave funebre cheio de berros, inapropriado para indie kids de plantão o clima não muda lá muito na murder ballad a´la Bauhaus/Nick Cave com Fades in Time, mas é em Duracraft que o potencial do The Prids vem a tona um darkgazer em potencial nu e cru, estilhaçando fantasmas de Curtis, De Freitas confrontando-os com os mitos atuais, Duracraft é brutalmente obrigatoria.


Por fechar a discografia de EPs destes o mais recente e ultimo lançamento dos caras Something Difficult, é perpectivel a maturidade e a lapidação da sonoridade neste EP, muito mais bem acabado, o que as vezes é ruim, em comparação com os outros eps ou mesmo com os albuns indispensaveis onde você facilmente os encontra aqui: http://amorloucobr.blogspot.com/2009/09/prids-until-world-is-beautiful-2006.html e aqui: http://amorloucobr.blogspot.com/2009/08/prids-love-zero-2003.html, mas é um aperitivo para o novo album que esta previsto para o já proximo 2010, é aguardar e esperar um grande album.

Aguarde e grave bem The Prids, é provavel que eles estejam mais proximo de nós do que nós deles....

Um comentário:

Miguel disse...

Renato meu querido!!! Obrigado pela homenagem, não merecemos tanto; estamos apenas fazendo o q gostamos e tentando manter uma conexão com este grande blog q curtimos aqui. Valeu e vamos em frente!!!!

:)))