segunda-feira, 17 de junho de 2013

Scatology with Ceticências




Alguns artistas são intimamente perturbados, suas mentes são basicamente sombrias e sarcásticas, não obstante é característico a esses gênios minimalistas a alcunha de psicóticos ou algo que o valha, o ponto é que usualmente eles nascem, crescem, chocam e somem, deixando rastros a serem compreendidos muitas vezes tardiamente.

Cadu Tenório é um carioca pacato (será!?!?) eu prefiro crer que sim, pelo menos comigo ele é, agora eu também não vou querer estar próximo quando Mr. Tenório proferir atos insanos, prefiro me centrar com o TBTCI a suas obras, Sobre a Máquina é a mais sabida e conhecida do cara, mas é impossível, veja impossível no sentido de que o cara não tem como ficar somente, e este somente é coisa pra caralho, dentro do universo do Sobre a Máquina, que diga-se de passagem ira abrir o show no Rio de Janeiro do The KVB, mas aqui é hora de Cadu mostrar via, TBTCI o que é seu alter ego chamado Ceticências, muitos podem qualificar com o pejorativo atributo de MTB, leia-se Música Torta Brasileira, o que eu sinceramente acho mediocre, Ceticências em sua totalidade, veja a obra, Issamu Minami, pega os devaneios de Cadu, alicercado por influências de prediletos da dissonância esquizofrênica vide, Coil, Nurse With Wound, Foetus e outros maníacos musicais.

Eu, jamais me dou a críticas ou resenhas usuais, mesmo porque o TBTCI não serve pra tal, aqui, o espaco é puramente do artista e de sua obra, mas uma coisa é certa, nada do que perpetua essas páginas é menos do que sensacional, e no caso do Ceticências, Issamu Minami é surreal.

Pedi a Cadu, que desse uma dissecada em sua obra para que todos possam entender, compreender do que se trata, e veja, certamente muitos não irão entender bulhufas, mas sugiro ao menos tentar mesmo estando anos luz ao que chamamos de música.


Issamu Minami por Cadú Tenório

Issamu Minami foi gravado sem pressa entre os últimos meses de 2012 e o primeiro semestre de 2013. Com algumas pausas no meio do processo por motivos de força maior e de outros projetos que estavam em andamento antes dele ser pensado. O disco foi gravado em três locais diferentes por questões de necessidade também. Começou a ser produzido no quarto 301, o antigo homestudio localizado no quarto do apartamento em que eu morava, e onde nasceram quase todas as produções do Sobre a Máquina, VICTIM! e todos os meus outros projetos.


Houve uma pausa por conta da minha mudança para a Merck, mais precisamente para a sala do apartamento onde residem Emygdio e Ricardo, o mesmo cômodo que abriga o homestudio onde foram gravadas uns meses antes as sessões ao vivo, ou cerca de 70% das gravações, do disco homônimo do Sobre a Máquina. Foi um momento bem peculiar de introspecção, os últimos três meses de 2012, eu entrei de certa forma numa espiral pra baixo que acabou me influenciando a gravar o "Lacuna" do VICTIM! que considero o meu disco mais pessoal até hoje, o processo começava na ida para o trabalho onde com meu gravador de fita gravava tudo que achava interessante, e na volta quando resolvia aplicar aquilo aos sons... De qualquer forma aquilo durou cerca de três meses. Me senti relaxado pra rever os projetos do Issamu Minami durante uma folga ou outra nos fins de semana, e certas pesquisas que fiz em pra captar timbres para o "Lacuna" me inspiraram a coletar os elementos para os beats, nisso foram captadas inúmeras fontes para o "Issamu Minami" desde o som de gavetas e armários até rangidos de porta velha, diferentes objetos de aluminio e aço, tudo que conseguia encontrar dentro daquele ambiente que produzisse sons metalizados, de raios de roda de bicicleta à carcaça da máquina de lavar e fogão. Com exceção dos bumbos, da drummachine alesis que tenho, todo o resto dentro dos beats do disco foi produzido a partir da captação dos objetos.

O disco sofreu mais uma pausa em seu processo quando consegui alugar meu apartamento, toda a mudança e arrumação, até ter novamente um homestudio dentro do meu novo espaço. Gravei as últimas coisas do disco aqui, encorajado pela Paloma que por sinal participa em uma das linhas de synth da faixa With Gloves.

Produzido, composto e gravado por Cadu Tenório.
Masterizado por Emygdio.
Capa de Ricardo Gameiro.



https://www.facebook.com/Ceticencias?fref=ts
http://ceticencias.bandcamp.com/

Nenhum comentário: