quarta-feira, 16 de novembro de 2011

BAD VIBRATIONS At The SWU - A Trip Inside This House


SWU, Paulinia, SP, 14.11.2011

Este foi o Festival, a cidade, o estado e a data do evento....onde o jargão era musica e sustentabilidade (sic) sustentabilidade do que?!?!? Estacionamento mediocre, organização regular, comida bem ruim, tudo caro para cacete ta a cerveja até que estava legal, sujeira para todo o lado, ok ok ok ok, não foi tão ruim assim, só um desabafo inicial para testar a paciência ...ahahahhahahhahahhahahahah....como comentou um brother meu - "tem cigarro?", resposta, "não aqui no SWU não vende tabaco.", replica - "é mesmo, mas vende cachorro quente e cerveja?" digna conversinha de pseudo riponga metido a biologo......bom deixa quieto esta parte....

Pegamos a estrada eu mais Plinio para nos encontrar-mos com os comparsas no sugestivo Blue Lake.....ou seria a Lagoa Azul?!??!Ok ok não encontramos a Brooke Shields, mas os brother Cicero, Andre passaram diretamente ao Hell Boy e no outro carro, Green, Robson, Vagner, Marcão e Eliane seguiram-nos após alguns entraves até Paulinia ROCK CITY?!?!!?hmmmm mais ou menos.....sou mais o ABC ou o ITAIM PAULISTA......ok ok ok vamos lá....

Chegando lá, o já citado pessimo estacionamento e dai em diante começou a trip dos Bad Vibrations no bom sentido é obvio....cerveja vai, blue vem, pink vai, green vem, yellow vai, blue vai, cerveja vem, não necessariamente nessa ordem mas mais ou menos por ai, seguimos no aguardo do inicio, meio sem saber onde irmos, e meio sem querer subimos para os dois palcos principais, e damos de cara com o Dinho Ouro Preto Blonde, ops quer dizer Duffy Blonde, ex Guns, que gritava mais SAOOO PAULOOOOS do que cantava ou tocava, um farsante, um fake que teve que tocar Misfits para agradar um pouquinho e se jogou na plateia, um fanfarrão....dai demorou mas acabou.

De frente a nos entram dois caras e uma garota, diga-se de passagem linda e com cara de pouquissimos amigos e começa 666, é isso ai BRMC, não tinhamos sacado ainda mas logo logo caimos na real e ai o festival começou para valer....Beat The Devils Tattoo veio e ai fodeu tudo, classicos e mais classicos, se bem que eu juro que aguardava mais do BRMC algo mais rocker, mais sujo, mais forte, que só foi concretiza na derradeira Whatever Happen to my rock´n´roll....e essa frase caiu como um manto na nossa cabeça, I GIVE MY SOUL TO A NEW RELIGION.....o ponto é que só alguns gatos pingados realmente venderam suas almas, ainda bem que eu e meus comparsas vendemos no atacado.


Pausa no festival, descemos procurando informações sobre onde seria o Black Angels, eu, Plinio e Cicero literalmente meio tensos, meio ansiosos, meio eletricos, meio cansados, mas no aguardo, dai finalmente a benção, uma alma abençoada mandou, vai ser daqui 20 minutos aqui na frente....opaaaaaaa agora sim....é só nos prepararmos, blue, green, cervejas em ação e a movimentação no palca, amplicadores valvulados, rickenbacker, fender jaguar, orgão a´la 13th Floor Elevators e o clima esquentando e ficando mais tenso....atraso para começar e dai toda a trupe aparece....e a chuva inicia lentamente no mesmo momento do primeiro acorde do Black Angels mas eu meu chapa, a trip começou, aquela musica, aqueles videos, as caras e bocas dos amigos tudo virou uma verdadeira ODE ORGIASTICA de musica, e foi uma a uma, Phosperene Dream, Sunday Afternoon, Telephone, e BAD VIBRATIONS, e ai meus caros, virei para meu brother Cicero e insanamente berrei BAAAAAAAAD VIBRATIONS e ele sorriu de forma gargalhante e dançamos até o fim dos mundos....lisergia, psicodelismo, insanidade, hipnose, tudo são meros adjetivos para descrever o tamanho do estrago que esse show fez em todos nós.


Fim de show, fim do transe, opa SY....muito trabalho para subir, barro para todo lado, e finalmente chegamos e Death Valley 69 tinha acabado de terminar....o cansaço estava nos dominando, mas ainda haviam forças, THIS SONG IS CALL SISTER, mentira era Schizophrenia....e ai a ode foi completa, ainda teve mais, Teenage Riot e o final apoteotico, levantadinha de saia da Kim, só para deixar claro que das 3 loiras das bandas é ELA QUEM MANDA!!!!!

E ai fim de historia, nos encontramos todos, nos separamos, mas todos nos jamais esqueceremos do show do Black Angels uma verdadeira obra messianica que só amigos como todos nos podemos entender....

Nunca esquecerei das palavras do meu grande, digo muito grande amigo Marcão ao me despedir, - "Mestre X, demorei anos para te conhecer mas voce é um grande grande amigo meu de todos os tempos." ....

Isso chama-se amizade ETERNA.....ou como diz a letra I GIVE MY SOUL TO A NEW RELIGION!!!!!!!!!!!

Um comentário:

dimitry uziel disse...

Maravilhoso texto, querido Renato!